Page Nav

HIDE

Post/Page

Weather Location

Últimas Informações:

latest

Católicos aderem à campanha contra a “Babilônia” da Globo

Emissora tem sofrido boicote no seu principal produto, à novela Babilônia. Católicos aderem à campanha contra "Babilônia" ...

Emissora tem sofrido boicote no seu principal produto, à novela Babilônia.

Católicos aderem à campanha contra a “Babilônia” da GloboCatólicos aderem à campanha contra "Babilônia"





boicote promovido pelo pastor e deputado Marco Feliciano (PSC/SP) à novela Babilônia, da Rede Globo, ganhou apoio da TV Canção Nova, ligada à Renovação Carismática Católica. A emissora cristã exibiu um vídeo que circula na internet onde um padre prega contra a novela.
“Desculpa, seu católico frouxo, se você continua assistindo. Desculpa, não. Você crie vergonha na sua cara. Seja um cristão de verdade e honre o seu Deus. Pare de virar as costas para Deus na sua casa, quando você liga a televisão e começa a assistir algumas coisas, você vira as costas para Deus e diz ‘entra, Satanás’. Não vá para Babilônia, meu filho. (…) Satanás faz isso com as famílias, os jovens, as vovós. Cuidado, porque, se você ver, são duas vovós beijando na boca uma da outra”, disse o sacerdote.

A campanha de boicote a novela teve início com a cena de estreia do folhetim com um beijo lésbico protagonizado por duas atrizes veteranas, Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, o que desagradou a grande maioria dos telespectadores e derrubou a audiência do principal produto da emissora, que vai ao ar entre 21h15 e 22h20.
A novela escrita por Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares, com direção de Dennis Carvalho, estreou com 33 pontos na Grande São Paulo, mas tem tido uma queda considerável de audiência, chegando a marcar míseros 24 pontos.
A campanha promovida exaustivamente por Feliciano, que é líder da igreja Assembleia de Deus Catedral do Avivamento, recebeu apoio dos parlamentares da Bancada Evangélica. O parlamentar evangélico também pediu boicote à empresa Natura, por patrocinar a novela que promove a causa gay.
Recentemente o pastor Silas Malafaia, líder da igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, comentou o boicote idealizado pelo companheiro de ministério e pediu para os políticos da Bancada Evangélica evitarem ataques ao folhetim para não provocar um efeito inverso e acabar promovendo a novela.
O pedido de Malafaia recebeu críticas e foi ignorado por parlamentares que continuam promovendo o boicote a emissora.
Assista:

Nenhum comentário