Page Nav

HIDE

Post/Page

Weather Location

Últimas Informações:

latest

Kesha e a Música ‘Dançando com o Diabo’: Uma Canção que Resume a Indústria da Música

O último álbum lançado de Kesha, Warrior, aparentemente, não foi o que ela queria que fosse. Quando Dr. Luke (que aparentemente pare...

kesha1


O último álbum lançado de Kesha, Warrior, aparentemente, não foi o que ela queria que fosse. Quando Dr. Luke (que aparentemente parece não ter mais contato com ela) entrou como produtor executivo do projeto, ele teria desfeito todas as músicas que Kesha e sua mãe Pebe Sebert, escreveram originalmente para o álbum. É importante salientar que Dr. Luke é atualmente uma das principais figuras na indústria da música, produzindo faixas para nomes como Katy Perry, Britney Spears, Jessie J, Nicki Minaj, Rihanna e muitas outras estrelas da música pop. Alguns dos singles produzidos por ele já foram analisados ​​neste blog, em Análise de Hold It Against Me – Britney SpearsJessie J – Price Tag e o Controle Mental 'Part of Me’: Usando Videoclipes para Recrutar Novos Soldados. Em suma, ele é uma das pessoas que direciona aos fantoches da indústria o que cantar - e o que eles cantam é parte de uma Agenda.



Dr. Luke também co-escreveu e produziu a música ‘Die Young’ de Kesha - uma música com uma mensagem que se encaixa bem na Agenda da Elite, acompanhada de um vídeo carregado de simbolismo Illuminati (leia o artigo sobre ele aqui). Na época de Sandy Hook, Kesha foi para o Twitter e afirmou que ela foi forçada a cantar essa canção.

Frustrada com a situação, Kesha escreveu ‘Dancing With the Devil’ - uma canção que descreve bem o que acontece com as marionetes da indústria da música. Alguns descrevem essa música como uma pista sobre como ela vê Dr. Luke. No entanto, se você ler atentamente as letras, ‘Dancing With the Devil’ trata de um tema muito maior do que um único produtor. É sobre o custo de vender a alma pela fama e fortuna.

Veja a letra da música:




Continuo dançando com o diabo, ah
Continuo dançando com o diabo
Vendi minha alma, não há como voltar atrás
Continuo dançando com o diabo

Você e eu fizemos um acordo
Eu era jovem e a coisa ficou séria
Do seu céu ao inferno
Whoa-oh-oh, oh-oh

Seu amor é feito de ouro sujo
Mas eu mesma que vendi minha alma
Então vá em frente e pegue minha mão
Whoa-oh-oh, oh-oh

Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Vendi minha alma, esta é uma estrada sem fim
Não há como voltar atrás
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Hey, hey, hey

Não posso fugir do meu passado sujo
Cometi erros, eu permaneci com eles
Sei que você ama me ver chorar
Whoa-oh-oh, oh-oh
Então sou toda sua até o fim
Uma guerra sagrada que nunca ganharei
Então vou continuar dançando até eu morrer
Whoa-oh-oh, oh-oh

Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Vendi minha alma, esta é uma estrada sem fim
Não há como voltar atrás
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Hey, hey, hey

Ele tem minha mente
Ele tem minha alma
(Você tem uma dívida enorme para pagar)
Ele não vai me deixar ir!
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)

Vendi minha alma, esta é uma estrada sem fim
Não há como voltar atrás
Não, não, não
Continuo dançando (dançando) com o diabo (diabo)
Hey, hey, hey



A canção não é muito sutil: Ela compara sendo parte da indústria da música, com "Dancing with the Devil". Com versos como: “Você e eu fizemos um acordo/Eu era jovem e a coisa ficou séria", Kesha explica como jovens e ingênuos artistas são aproveitadas e recrutadas pela indústria. Atraídos pela fama e fortuna, esses jovens aspirantes concordam não apenas em um contrato legal, mas um juramento de mudança de vida que tem implicações profundas sobre todo o seu ser (mesmo que eles não tenham plena consciência disso em primeira instância).

Versos como "Então sou toda sua até o fim/Uma guerra sagrada que nunca ganharei" transmite uma sensação de impotência contra os poderes que regem a vida de Kesha. As noções de controle completo, juntamente com o tema espiritual sombrio subjacente na música, não é surpreendente quando você entende que na Programação Monarca para atingir muitos de seus objetivos usam de Abuso Satânico Ritualístico. Além do claro domínio mental e espiritual através da programação que os versos deixam explicito em: “Ele tem minha mente/Ele tem minha alma”.

Em suma, a canção descreve o lado negro da indústria Illuminati, conforme já é descrito no blog. Trata-se de desespero, escrito por alguém que aparentemente percebeu que foi longe demais em um "beco sem saída". Como que para confirmar a mensagem da canção, os produtores descartaram tal música na finalização desse álbum.



Nenhum comentário