Page Nav

HIDE

Post/Page

Weather Location

Últimas Informações:

latest

Trilha luminosa observada na Austrália

Espetacular trilha luminosa intriga observadores na Austrália  Um gigantesco rastro muito parecido com a cauda de cometa foi obser...


Espetacular trilha luminosa intriga observadores na Austrália 
Um gigantesco rastro muito parecido com a cauda de cometa foi observado por milhares de moradores em quase toda a costa leste da Austrália. O evento ocorreu na sexta-feira, 6 de dezembro, e foi deixado por um objeto que se movia a mais de 1000 km de altitude.
Rastro de foguete Atlas V

Clique para ampliar
De acordo com Troy Casswell, que registrou a foto mostrada acima, o objeto se deslocou no céu por pelo menos 10 minutos no sentido oeste e nesse período cobriu mais de 90 graus angulares na abóbada celeste, praticamente metade do firmamento observável.
Segundo o fotógrafo, que estimou a altitude da trilha, considerando o tempo e o deslocamento aparente a distância do objeto deveria ser inferior a 10 mil km desde onde se encontrava, a 100 km de Brisbane, na Austrália, o que descartava ser a trilha de um cometa.
O fenômeno foi registrado às 21h08 no horário local (11h08 UTC / 09h08 pelo horário de Brasília), duas horas e meia depois do pôr do Sol.
Satélite Espião
A partir do horário da foto, diversos especialistas amadores em rastreio de satélites passaram a especular sobre a origem do rastro e ficou constatado que a trilha não foi provocada por algum objeto extraterrestre e sim pelo propulsor Centauro de um foguete Atlas V 501.
Rastro de foguete Falcon Space-X

Clique para ampliar
O Atlas decolou da base de Vandenberg, na Califórnia, às 07:14 UTC, levando a bordo o satélite-espião USA-247, também chamado NROL-39 (National Reconnaissance Office). Após colocar o satélite em orbita a uma altitude de 1080 km, o segundo estágio do Atlas V iniciou o processo de descarga do restante do propelente, um procedimento padrão atual que tem como objetivo evitar acidentes em orbita.
Evento semelhante foi registrado pelo fotógrafo Chris Bell, que captou o momento do esvaziamento do último estágio do foguete SpaceX Falcon 9, quando sobrevoava a Escócia no dia anterior. A cena pode ser vista na imagem acima.

Nenhum comentário