Page Nav

HIDE

Post/Page

Weather Location

Últimas Informações:

latest

DESEJO SEXUAL INCONTROLÁVEL! Caso verídico

"Olá Dani! Eu me chamo Lana e encontrei seu contato através do face e do blog Salve Meu Casamento, que eu acompanho a mais...



"Olá Dani!

Eu me chamo Lana e encontrei seu contato através do face e do blog Salve Meu Casamento, que eu acompanho a mais ou menos 2 meses. Primeiramente, gostaria de parabenizar pelo conteúdo do blog, pois passa muita seriedade e acredito que muitas vidas/casamentos têm sido alcançados por Deus através da sua escrita. Bom, gostaria de ser objetiva e dizer que esse e-mail está sendo mais um desabafo mesmo. Tenho 17 anos de idade, sou cristã evangélica há mais de 5 anos e tenho muita sede de conhecer a Deus, apesar de minhas inúmeras fraquezas. Ultimamente eu tenho sentido um desejo muito grande por sexo, mas muito grande mesmo. Eu sou virgem, ja namorei algumas vezes com rapazes da igreja, mas eram namoros, digamos, ''infantis'' e duraram pouco tempo, ou seja, não deu para se envolver muito. Mas recentemente eu estive num relacionamento que eu reconheço foi um pouco precipitado, pois o rapaz, apesar de ser uma ótima pessoa, não era cristão, não tinhamos os mesmo princípios... Bom, no fundo eu sabia onde isso ia dar, mas me enganava com a velha história do ''ele vai se converter''. Não transamos, apesar de termos conversado bastante sobre isso, mas no nosso relacionamento havia a pegação (muito toque) e foi exatamente por isso que eu terminei logo no inicio (ele não tinha a consciência do pecado, já eu ficava me sentindo culpada depois, muito ruim). O ponto que eu quero chegar é que depois que nós terminamos, tirando a parte emocional que é um pouco dificil de superar eu até tentei não mandando mais mensagens, não nos vendo com frequencia e tal... Mas eu comecei pensar em sexo de uma forma muito diferente. Eu nunca tive tabus na família e nem sou reprimida quanto a isso, mas sempre procurei me manter focada em Cristo e nem ligava para essas coisas, mas agora é diferente, são pensamentos que me vêm a mente quase sempre quando estou só e a cada dia fica mais forte e está sendo meio complicado, porque eu não tenho onde "jogar" tanto desejo. Eu sou muito convicta do pecado da masturbação e não quero cometer esse ato. Eu quero mesmo viver as escrituras com sinceridade, sem religiosidade, só que me vêm muitas dúvidas sobre isso, se é só uma fase e vai passar, se é  normal de certa forma, se somente ''fugindo'' e lendo a biblia e orando eu posso dominar isso, eu me sinto muito pecadora, peço perdão a Deus, mas continuo pensando nisso... Na verdade Dani os meus maiores temores são:
1) que isso me afaste de Deus e me deixe fria, tipo acostumada, pois está acontecendo com mais intensidade...
2) que eu colha os frutos dessa "semente" na frente, tipo: vivendo na carne, casando com um homem errado, não tendo uma familia abençoada (eu realmente sonho com uma familia abençoada nos caminhos de Deus, diferente da minha familia de origem).
Na igreja tem pessoas muito boas, mas não me sinto muito a vontade para falar sobre isso, eu tenho um lider muito presente e amigo, mas por ele ser homem não me sinto a vontade, e minha mãe é um tipo de melhor amiga, mas não é cristã e não é contra sexo antes do casamento. Me desculpe por esse e-mail, pois sei que você deve ser uma pessoa bastante ocupada, mas como eu disse, foi a forma mais próxima que eu achei para desabafar e conversar com outra mulher cristã e madura sobre isso.

Que Deus continue te abençoando grandemente, e à sua família :)

Abraços!

Resposta:
Querida Lana, o que você está sentindo é a coisa mais natural desse mundo! Não é pecado não, fique em paz! Todos os seres humanos (com raras exceções) sentem desejo sexual. Deus nos fez assim! Veja o que Paulo diz em uma de suas cartas, primeiramente aos casados e depois aos solteiros: 

"Não se recusem um ao outro, exceto por mútuo consentimento e durante certo tempo, para se dedicarem à oração. Depois, unam-se de novo, para que Satanás não os tente por não terem domínio próprio". 1 Coríntios 7:5 

"Mas, se não conseguem controlar-se, devem casar-se, pois é melhor casar-se do que ficar ardendo de desejo". 1 Coríntios 7:9
 

Ou seja, esse desejo incontrolável por sexo faz parte da natureza humana. Para uns é mais intenso e frequente e para outros, menos. E olha que o seu chegou bem tarde viu? rs. Na verdade, o pecado está nas atitudes que temos em função dos nossos desejos, e não no desejo em si. Por isso Paulo aconselha que os jovens se casem e que os casados não se abstenham, pois tinha total consciência de que uma pessoa ardendo em desejo é uma presa fácil para Satanás.
 

Aconselho que continue buscando intimidade com o Senhor através da leitura da Palavra (em especial os Evangelhos) e oração diária. Dessa forma, o Espírito Santo que habita em você, vai ajudá-la a ter domínio sobre os seus desejos. Eles não irão desaparecer, não se iluda! Nem pedindo perdão de joelhos no milho! rs. A sua luta não será para apagar o fogo, mas sim para administrá-lo com sabedoria. É como preparar um churrasco: se não controlar o fogo, a carne queima, rs. E como controlar este fogo? Veja o testemunho de Paulo a respeito de suas lutas:


"Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim. Pois, no íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus; mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte? Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor! De modo que, com a mente, eu próprio sou escravo da lei de Deus; mas, com a carne, da lei do pecado." Romanos 7:21-25 

"Por isso digo: vivam pelo Espírito, e de modo nenhum satisfarão os desejos da carne. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. Mas, se vocês são guiados pelo Espírito, não estão debaixo da lei. Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei. Os que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e os seus desejos. Se vivemos pelo Espírito, andemos também pelo Espírito." Gálatas 5:16-25 

Perceba que o desejo sexual não está entre os frutos da carne, mas as consequências de um desejo sexual "mal administrado" sim: impureza, imoralidade sexual, libertinagem, orgias... Ore a Deus para que no momento certo, encontre um homem que te auxilie nesta e em todas as outras áreas da vida (e vice-versa). Mas não saia por aí a procura de um marido apenas para apagar seu fogo, isso seria insensatez. Sugiro que leia um texto aqui do blog com o título: Cadê a tampa da minha panela? Entregue sua ansiedade nas mãos de Deus, dia após dia! Quanto a masturbação, dê uma lida no texto que escrevi a respeito deste assunto: Masturbação e fast-food.
 

Fique firme em Deus! Ele tem o melhor pra você! E não esqueça que somos justificados pela fé e não por obras. Por isso, tire da sua cabeça pensamentos como este: "...eu me sinto muito pecadora, peço perdão a Deus, mas continuo pensando nisso... Na verdade Dani o meu maior temor é que isso me afaste de Deus e me deixe fria, tipo acostumada, pois está acontecendo com mais intensidade...". 
Lana, nada pode te afastar do amor de Deus querida, ABSOLUTAMENTE NADA! "Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?... Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 8:35-39 

Nós, como cristãos, precisamos reconhecer que somos todos iguais perante a Deus, todos miseráveis e pecadores, e que nenhuma boa ação ou mal comportamento é capaz de nos aproximar ou distanciar Dele. Deus só precisa de um coração sincero, quebrantado, arrependido, uma fé genuína e a certeza de que Nele somos TODOS pecadores salvos pela graça de Deus! 


Que o Senhor a direcione e fortaleça!
 

Em amor,
 

Dani


Os dados foram alterados para preservar a identidade da leitora.


Fonte: 

Salve meu Casamento! 

Um comentário

  1. poxa, sei exatamente como você se sente, eu to passando pela mesma situação ashuaxuashua mas pra mim esse desejo incontrolável começou em novembro do ano passado, logo depois de eu ter completado 19 anos, e eu nuunca namorei ninguém, só dei umas bitocas nuns 2 meninos. Hoje eu namoro sério com um homem cristão, abençoado por Deus, eu também sou cristã, e nós dois sofremos muito nessa questão, principalmente ele que ja foi casado, estamos segurando a onda, esperando no Senhor e orando pra que no momento certo possamos casar e parar de nos culpar por pecar kkkkk a maior dificuldade nisso tudo é que ele mora na Bahia e eu no Mato Grosso, ai ja viu né.. kkkk

    ResponderExcluir